Quinta-feira, 28 de Dezembro de 2006
Duas espécies tornam-se uma em laboratório
"

Duas espécies de borboleta foram criadas em laboratório para dar origem a uma terceira espécie, distinta das anteriores, relata a última edição da revista Nature.

Para serem da mesma espécie, os indivíduos têm que ser capazes de se cruzar entre si e produzir descendência fértil. Este estudo demonstra que duas espécies animais podem evoluir para formar uma única, em vez da situação mais vulgar, em que uma espécie diverge para originar duas.

O processo em questão já foi comparado a construir uma nova bicicleta a partir de um par de bicicletas em segunda mão e a borboleta Heliconius heurippa parece ser o produto deste processo, designado especiação híbrida. 

Pensa-se que a maioria das espécies se forme quando grupos de organismos divergem gradualmente uns dos outros ao longo de gerações sucessivas mas estas borboletas, tão características com as suas cores fortes, parecem ser o produto de duas variedades já existentes.

A especiação híbrida é considerada rara ou mesmo ausente em animais, pois os seus descendentes teriam menor probabilidade de sobreviver e procriar que as espécies progenitoras. Esta situação deve-se à incompatibilidade entre genes originários de espécies diferentes.

Um exemplo bem conhecido desta situação é a mula, um híbrido estéril entre o burro e o cavalo. Pode ser muito útil como animal de carga mas é um beco sem saída do ponto de vista reprodutor.

Uma equipa de investigadores do Panamá, Colômbia e Reino Unido conseguiram obter as borboletas Heliconius heurippa em laboratório ao cruzar duas outras espécies de borboleta: Heliconius cydno e Heliconius melpomene.

"O facto de termos recriado esta espécie em laboratório fornece uma rota bem convincente para a forma como a espécie terá surgido na natureza", explica o co-autor do artigo Chris Jiggins, da Universidade de Edimburgo.

Jesus Mavarez, outro dos autores do estudo, do Smithsonian Tropical Research Institute no Panamá, explica: "Descobrimos que o padrão das asas igual ao dos híbridos pode ser obtido em meses, após apenas três gerações de cruzamentos em laboratório entre H. cydno e H. melpomene."

"Mais ainda, os híbridos naturais de San Cristobal, Venezuela, mostram padrões das asas muitos semelhantes aos de H. heurippa, apoiando ainda mais a ideia da origem híbrida desta espécie."

Para além disso, há um acumular de provas circunstanciais relativamente há especiação híbrida em moscas da fruta Ragoletis e várias espécies de peixes, como alguns ciclídeos africanos.

Alguns investigadores também suspeitam que o lobo vermelho americano pode ser o produto da hibridação entre coiotes e lobos. 

Os padrões de cor nas asas das borboletas podem ser cruciais na formação de novas espécies, pois servem como dicas para os animais em busca de parceiros. Estas borboletas são muito cuidadosas na escolha de parceiros com o seu próprio, típico da espécie, padrão de cores nas asas.

H. heurippa encontra-se nos Andes ocidentais da Colômbia (Image @Christian Salcedo))

O padrão das asas de H. heurippa torna-os pouco desejáveis para o acasalamento perante os membros da espécie próxima mas atractivos uns para os outros, reforçando os padrões de acasalamento que levam à formação de uma nova espécie.

Estes padrões específicos de uma espécie também são cruciais para afastar os predadores. As borboletas produzem toxinas quando são devoradas e os predadores aprendem a reconhecer e evitar um tipo específico de padrão de asas.

Estas situações estão tão finamente ajustados que as borboletas com desvios mínimos nos padrões de cor das asas sofrem imediatamente uma predação superior."

                                  in_simbiotica.or

Pra identificar:
gatafunhado por gringa às 12:32
vê onde tá | diz qualquer coisa | favorito
Mexe-te - O Eu

Mexe-te - quem sou?

Mexe-te - seguir perfil

Mexe-te - prokura por aki
 
Mexe-te - Agosto 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31
Mexe-te - antiguidades

Mexe-te - Agosto 2007

Mexe-te - Janeiro 2007

Mexe-te - Dezembro 2006

Mexe-te - Outubro 2006

Mexe-te - Setembro 2006

Mexe-te - Agosto 2006

Mexe-te - Pra identificar

Mexe-te - "Tecnológiquices"

Mexe-te - A Ciência e a Vida

Mexe-te - a ciência e a vida

Mexe-te - actualidade

Mexe-te - Educação

Mexe-te - todas as tags

Mexe-te - Ligações
Mexe-te - os mais recentes

Mexe-te - Ilusão simula experiência...

Mexe-te - Terá uma seca a nível mun...

Mexe-te - Duas espécies tornam-se u...

Mexe-te - Alterações climáticas est...

Mexe-te - Golos geram golos!

Mexe-te - Florescimentos de plâncto...

Mexe-te - Tumores cerebrais atacam ...

Mexe-te - Dieta rica em leite pode ...

Mexe-te - Relatório chama a atenção...

Mexe-te - Serão as experiências de ...

Mexe-te - Um comprimido para combat...

Mexe-te - Terá a Terra semeado Vida...

Mexe-te - Ter-se-ão os Homens moder...

Mexe-te - Terá sido inevitável o su...

Mexe-te - Algodão sem toxinas pode ...

Mexe-te - Químico dá novo alento ao...

Mexe-te - Pequenos animais levitado...

Mexe-te - Aumento do oxigénio antec...

Mexe-te - Descoberta brilhante na p...

Mexe-te - Mutação pode eliminar dor

Mexe-te - Nascimentos virgens de dr...

Mexe-te - O mamífero que cheira deb...

Mexe-te - Sensores inerciais inteli...

Mexe-te - Teletransporte de informa...

Mexe-te - Programa de computador po...

Mexe-te - Telemóveis e portáteis co...

Mexe-te - OCDE: Profunda reforma no...

Mexe-te - NASA leva público a viaja...

Mexe-te - Identificado novo gene qu...

Mexe-te - Proteína hereditária que ...

Mexe-te - Mulheres precisam duas ve...

Mexe-te - Chuva em excesso pode des...

Mexe-te - Telemóveis podem ter impa...

Mexe-te - Possibilidade de existênc...

Mexe-te - Genes não codificados pod...

Mexe-te - Terapia Hormonal pós-meno...

Mexe-te - Vírus geneticamente modif...

Mexe-te - Transplante de células re...

Mexe-te - Homem moderno transporta ...

Mexe-te - Substância descoberta na ...

Mexe-te - Feixes de radiação por an...

Mexe-te - Sequenciação de ADN de Ne...

Mexe-te - Variações no genoma human...

Mexe-te - Identificada possível ori...

Mexe-te - Cancro é a segunda causa ...

Mexe-te - Neandertais e Homem Moder...

Mexe-te - Abandonar consumo de taba...

Mexe-te - Odor pode funcionar como ...

Mexe-te - Sistema nervoso de caracó...

Mexe-te - União Europeia financia v...

Mexe-te - subscrever feeds